Início Bem-vindo ao PTB - Partido Trabalhista Brasileiro - 14
Palavra do Presidente
Executiva Nacional
Diretórios Estaduais
Bancada no Senado
Deputados Federais
Congresso Trabalhista
Rádio PTB - Download
Eleições 2012
Convenção Nacional 2012
Eleições 2014
Getúlio Vargas
Logomarca do PTB
Consultoria Jurídica
Secretaria
Tesouraria
Galeria de fotos
Arquivos
Webmail
Fale Conosco
Candidato a deputado pelo PTB, Léo Áquilla lutará pela Diversidade Imprimir Enviar página por email

Jadson Mendes de Lima é o nome de batismo do transformista e drag queen popularmente conhecido como Léo Áquilla, candidato a deputado estadual em São Paulo pelo PTB, que começou sua militância como um dos fundadores da Parada Gay.

"As pessoas não sabem, mas o embrião da Parada Gay foi uma manifestação realizada por apenas 300 pessoas na Praça Roosevelt", afirma.

Léo conta que participa do evento desde 1996 em busca de pessoas que representassem suas ideias. Atualmente, Léo divide seu tempo entre as atividades da campanha eleitoral, a vida artística e os estudos do curso de pós-graduação. "Um dos pensadores políticos diz que tem gente que nasceu pra ser líder e tem gente que nasceu para ser liderado. Está no DNA essa coisa da liderança e da governança e ele chama isso de servidão espontânea, ou seja, o porquê de milhares de pessoas nascerem para obedecer a uma só. E eu nasci para ser líder".

Questionado se pretende se candidatar a outros cargos públicos, Léo é categórico: "eu quero ser presidente da República", mas logo em seguida, completa: "é claro que quero cumprir todas as etapas, não fazer o que a Dilma está fazendo, de ir lá sem nunca ter sido eleita a nada".

Assumidamente "sonhador e meio romântico", o candidato afirma que se cansou de ver a população tão desunida e por isso resolveu se envolver politicamente com a causa do Movimento Gay. "A gente tem muita visibilidade, ok. Mas como transformar essa visibilidade em direito?", questiona.

Filiado ao PTB desde 2009 e presidente do PTB Diversidade, Léo adotou como slogan político o "sim, nós podemos". "Podemos o quê? Fazer a reforma política", completa. "Falo isso pelo termômetro das ruas, porque candidato que não vai para as ruas não ganha eleição; e como sou artista de televisão, sou muito conhecido, inclusive pelas senhoras... Até acho que vou herdar os votos do Clodovil", acredita.

 

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Portal Terra - Eleições

Diretório Nacional
SEPN Qd. 504, Bl. A, nº 100, cobertura, Edf. Ana Carolina - Brasília-DF - CEP: 70.730-521
Caixa Postal: 9585 - CEP: (da caixa postal) 70.040-976
Fone: (61) 2101-1414 fax: (61) 2101-1400
Copyright 2005 Portal PTB - Todos os direitos reservados